Lizzie Velasquez: a mulher mais feia do mundo 2023

Espalhar o amor

Lizzie Velasquez já foi chamada de “a mulher mais feia do mundo” devido ao seu físico. Ela nasceu com a síndrome marfanóide progeróide-lipodistrofia, uma rara doença congênita que a impede de ganhar peso, pois é quase impossível acumular gordura corporal. Poucos conhecem a história de Lizzie Velasquez, sua família, sua vida e sua carreira.

Lizzie Velasquez: a mulher mais feia do mundo

A sociedade hoje em dia está literalmente obcecada com a beleza e, pior ainda, há um padrão a ser cumprido antes que alguém possa esperar da camarilha linda.

A beleza na sociedade é baseada apenas na aparência física e nada mais, é por isso que países do mundo realizam concursos como “miss world” e afins.

Quando se trata de Lizzie Velasquez, que muitas pessoas apelidaram de “a mulher mais feia do mundo”, o ditado “Não julgue um livro pela capa entra em jogo.

Lizzie Velasquez ajudou muitas pessoas a superar suas preocupações devido à aparência física e essa é a beleza necessária. É a beleza interior e é mais importante do que a aparência física padrão que o mundo preza Lizzie Velasquez é rica quando se trata de ter beleza interior.

As pessoas são rápidas em julgar Lizzie Velasquez com base apenas em sua aparência. Neste post, você aprenderá tudo o que precisa saber sobre ela, incluindo sua família e sua biografia, sua infância e lutas, sua carreira, etc.

Biografia e família de Lizzie Velasquez

Elizabeth Anne Velasquez, mais conhecida como Lizzie Velasquez, nasceu em 13 de março de 1989, em Austin, Texas. Ela é a filha mais velha de Rita Borja e Guadalupe Fonsi Velasquez e tem dois irmãos mais novos, Marina e Chris.

Lizzie foi diagnosticada com uma rara doença congênita chamada síndrome Marfanoid-progeroid-lipodistrofia logo após o nascimento. Essa condição afeta sua visão, sistema imunológico e estrutura óssea e a impede de ganhar peso. Apesar desses desafios, os pais de Lizzie a criaram para ser uma pessoa forte e independente que nunca deixou sua condição limitar suas aspirações.

Ao crescer, Lizzie enfrentou bullying e discriminação de seus colegas devido à sua aparência e condição. No entanto, ela nunca deixou que isso quebrasse seu espírito e, em vez disso, usou suas experiências como motivação para ajudar outras pessoas a passar por situações semelhantes. Lizzie é agora uma renomada oradora, autora e defensora anti-bullying.

Lizzie Velasquez: a mulher mais feia do mundo

Depois de se formar Texas State University formada em estudos de comunicação, Lizzie começou a falar publicamente sobre suas experiências e a defender iniciativas anti-bullying. Ela deu inúmeras palestras em escolas, conferências e eventos em todo o mundo e apareceu em vários documentários e programas de mídia.

Lizzie também é uma autora de sucesso, tendo escrito vários livros, incluindo Lizzie Beautiful: The Lizzie Velasquez Story e Choose Happiness: Keys to a Joyful Life. Seus livros enfocam temas como autoaceitação, beleza interior e resiliência diante da adversidade.

Ao longo de sua jornada, Lizzie foi apoiada por sua família amorosa. Sua mãe, Rita, é uma enfermeira registrada que desempenhou um papel fundamental na gestão dos cuidados médicos de Lizzie. O pai de Lizzie, Lupe, é um programador de computador que sempre a incentivou a perseguir seus sonhos e nunca desistir.

Os irmãos mais novos de Lizzie, Marina e Chris, também apóiam seu trabalho e costumam comparecer a suas palestras. O projeto Lizzie inspirado em sua história foi possível graças a uma campanha bem-sucedida do Kickstarter que arrecadou cerca de US$ 180,000 em cerca de um mês.

O início da vida e a luta de Lizzie Velasquez

Lizzie Velasquez, natural de Austin, Texas, nasceu em 13 de março de 1989, com uma doença congênita rara conhecida como síndrome de lipodistrofia de progeróide-marfanóide. Essa condição afeta sua capacidade de ganhar peso e causa outros problemas de saúde, incluindo problemas de visão e dificuldades no sistema imunológico.

Ela perdeu a visão do olho direito quando tinha quatro anos por razões desconhecidas. Ela atualmente tem um olho castanho e azul. Crescendo, Lizzie enfrentou inúmeros desafios devido à sua condição, mas ela se recusou a deixar que isso a definisse.

No jardim de infância, Lizzie percebeu suas diferenças em relação às outras crianças quando foi chamada de “monstro” e “isso” por seus colegas de classe, que ficaram assustados e confusos com sua aparência. Apesar dos esforços de seus pais para protegê-la do bullying, Lizzie estava ciente disso. No entanto, ela estava determinada a não deixar isso tirar o melhor dela.

Ela tem características faciais semelhantes à progeria, como boca pequena, nariz pontudo e pele envelhecida. 

Os médicos tiveram dúvidas iniciais de que Lizzie viveria uma vida feliz, inclusive sem saber se ela seria capaz de trabalhar ou se comunicar.

O amor de Lizzie pela música e pelo canto começou desde muito jovem, e ela começou a ter aulas de violão e canto. Sua paixão pela música deu a ela uma saída para se expressar criativamente e a ajudou a lidar com as dificuldades que enfrentou.

Além disso, Lizzie era uma ávida leitora e escritora, passando horas lendo livros e escrevendo histórias, o que a ajudou a desenvolver suas habilidades de comunicação e escrita.

À medida que Lizzie crescia, ela se tornou mais determinada a usar suas experiências para ajudar os outros. Ela começou a falar publicamente sobre suas experiências com problemas de bullying e imagem corporal, compartilhando sua história com outras pessoas que estavam passando por situações semelhantes. Os discursos e o trabalho de defesa de Lizzie inspiraram inúmeras pessoas em todo o mundo e ajudaram a aumentar a conscientização sobre o bullying e a importância da autoaceitação.

Apesar dos desafios que enfrentou, Lizzie permaneceu resiliente e determinada a causar um impacto positivo no mundo. Sua história serve como um poderoso lembrete de que nunca devemos deixar que nossas circunstâncias nos definam e que todos temos o poder de fazer a diferença na vida dos outros.

Carreira de Lizzie Velasquez

Lizzie Velasquez dedicou sua carreira ao trabalho de defesa, oratória, redação e coaching motivacional. Suas experiências únicas e mensagens poderosas fizeram dela uma palestrante e autora muito procurada, e ela foi reconhecida por seu trabalho em nome de iniciativas anti-bullying e positividade corporal.

Aos 17 anos, uma emissora de televisão próxima convidou Lizzie Velasquez para uma entrevista devido à intriga que ela causava por causa de sua aparência. No entanto, ela não deixou que isso a definisse. Depois de concluir sua graduação em estudos de comunicação pela Texas State University, Lizzie começou a falar publicamente sobre suas experiências com bullying e discriminação.

Sua primeira palestra no TEDx, “How Do You Define Yourself?”, Tornou-se viral e já foi vista milhões de vezes no YouTube. Em sua palestra, Lizzie compartilha sua história de crescimento com uma condição médica rara e como ela superou a negatividade e as críticas que enfrentou para se tornar uma pessoa confiante e bem-sucedida.

Desde então, Lizzie continuou a falar em conferências, escolas e outros eventos ao redor do mundo. Suas palestras abordam temas como autoaceitação, positividade corporal, saúde mental e resiliência. Suas mensagens inspiradoras e edificantes lhe renderam elogios por sua capacidade de se conectar com seu público em um nível pessoal.

Lizzie Velasquez: a mulher mais feia do mundo

Além de falar em público, Lizzie também é uma autora de sucesso. Ela escreveu vários livros, incluindo “Lizzie Beautiful: The Lizzie Velasquez Story”, “Be Beautiful, Be You” e “Choosing Happiness: Keys to a Joyful Life”. Seus livros enfocam temas como autoaceitação, beleza interior e resiliência diante da adversidade.

Lizzie também é coach de vida certificada e fornece serviços de coaching motivacional para indivíduos e organizações. Ela trabalha com clientes para ajudá-los a identificar seus objetivos, desenvolver um plano de ação e construir a confiança e a resiliência necessárias para alcançar o sucesso. Lizzie Velasquez é uma verdadeira inspiração e seu trabalho tocou a vida de muitos.

Ao longo de sua ilustre carreira, Lizzie conquistou uma infinidade de prêmios e elogios de prestígio por seu trabalho excepcional. Notavelmente, ela recebeu o cobiçado título de Austin's Under 40 pelo estimado Austin Business Journal em 2012. Além disso, suas notáveis ​​contribuições para a comunidade global foram reconhecidas quando ela foi selecionada como Jovem Líder Global pelo Fórum Econômico Mundial em 2015.

As realizações notáveis ​​de Lizzie também foram amplamente reconhecidas por vários meios de comunicação. Ela apareceu em vários documentários, programas de notícias e outras plataformas de mídia proeminentes, incluindo The View, Good Morning America e The Today Show.

Seu compromisso inabalável com a excelência e dedicação ao seu ofício sem dúvida lhe valeu um lugar merecido entre os profissionais mais talentosos em seu campo.

Conclusão

A vida de Lizzie Velasquez é um poderoso exemplo de resiliência, determinação e compaixão. Apesar de enfrentar bullying, discriminação e inúmeros problemas de saúde devido à sua rara condição médica,

Lizzie usou suas experiências para inspirar outras pessoas e promover mensagens importantes de autoaceitação e positividade corporal. Por meio de seu trabalho de defesa, oratória, redação e coaching motivacional, Lizzie tocou a vida de inúmeras pessoas em todo o mundo e continua a ser uma força poderosa para mudanças positivas.

Sua história serve como um lembrete da força do espírito humano e do poder da bondade e da empatia na criação de um mundo mais inclusivo e compassivo.


Espalhar o amor

Deixe um comentário